História do Brasil Colonial


CÓD. NO SINGU: DHR30017

DISCIPLINA: História do Brasil Colonial

CARGA HORÁRIA: 80h

CRÉDITOS: 04

 

OBJETIVO


Compreender o período colonial brasileiro buscando relacionar as discussões historiográficas que contemplam vários aspectos da vida sócio-econômica-cultural da colônia, partindo da análise da sociedade escravista colonial, para abordar de maneira sistemática a dinâmica social e política dos séculos XVI e XVII e os sujeitos sociais do período: Estado português, igreja, indígenas e negros.
 

EMENTA


Abordagens historiográficas sobre a ocupação portuguesa no Brasil. As estruturas da colonização: sistema Colonial e as estruturas de poder. Sociedade, religião, cultura e Ideologia. O escravismo colonial. Expansão da ocupação portuguesa e economia colonial. Sociedade e resistências à ordem colonial.
 

METODOLOGIA


A disciplina será desenvolvida através dos seguintes procedimentos metodológicos: aulas expositivas e dialógicas, trabalhos individuais e coletivos (em grupo), estudo com leitura de textos indicados, debates, seminários, filmes e análises de temas específicos.
 

PROGRAMA


1. Abordagens historiográficas sobre a ocupação portuguesa no Brasil

1.1. Mercantilismo e Expansão ultramarina de Portugal

1.2. As vertentes teóricas sobre a colonização no Brasil

2. Os avanços e as diversidades regionais na ocupação

2.1. Características da colonização

2.2. O escravismo indígena e negro

2.3. As missões

3. Administração e economia

3.1. Desenvolvimento da estrutura político-administrativa na colônia

3.2. A extração de recursos naturais

3.2. A economia açucareira

3.2. A pecuária

3.3. A mineração

3.4. A crise do sistema colonial

4. Sociedade e Resistências à ordem colonial

4.1 A resistência indígena

4.2. A resistência negra e a formação dos quilombos

4.3. Revoltas populares no período colonial

4.4. A revolução francesa, as idéias liberais e sua influência no Brasil colonial

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA


BOSI, Alfredo. Dialética da Colonização. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

BOXER, Charles R. O império marítimo português. São Paulo: Cia das Letras, 2002.

FLORENTINO, Manolo. Em Costas Negras: uma história do tráfico de escravos entre a África e o Rio de Janeiro. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

FAORO, Raymundo. Os donos do poder: formação do patronato político brasileiro. Rio de Janeiro: Globo, 1987.

FRAGOSO, João, BICALHO, Maria Fernanda, e GOUVÊA, Maria de Fátima (org.). O Antigo Regime nos trópicos: a dinâmica imperial portuguesa (séculos XVI-XVIII). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

FURTADO. Celso. Formação Econômica do Brasil. São Paulo: Ed. Nacional, 1984.

GORENDER, Jacob. O Escravismo Colonial. São Paulo: Editora Ática, 1978.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Visão do Paraíso: os motivos edênicos no descobrimento e colonização do Brasil. 4. Ed. São Paulo: Nacional, 1985.

_____. Raízes do Brasil. 11 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1977.

PRADO JUNIOR, Caio. História Econômica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1998.

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: A formação e o sentido do Brasil. SP: Cia. das Letras, 1995.

SODRÉ, Nelson Werneck. Formação Histórica do Brasil. São Paulo: Difel, 1982.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR


ANTUNES, Manuel. Como Interpretar Pombal? Lisboa/Porto: Brotéria, 1983.

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. O trato dos viventes: formação do Brasil no Atlântico Sul. São Paulo: Cia das Letras, 2000.

CARDOSO, Ciro F. S. Agricultura, Escravidão e Capitalismo. Rio de Janeiro. Vozes, 1979.

FERNANDES, Dirce Lorimier. A Inquisição na América (1580-1640). São Paulo: Arké, 2004.

FRAGOSO, João L. R., e Manolo FLORENTINO. O Arcaísmo como Projeto: Mercado Atlântico, Sociedade Agrária e Elite Mercantil no Rio de Janeiro, c.1790-c.1840. Rio de Janeiro: Diadorim, 1993.

FREYRE, Gilberto. Casa Grande & Senzala: as Origens da Família Patriarcal Brasileira. Rio de Janeiro. José Olympio, 1987.

LAPA, José Roberto do Amaral (org.). O sistema colonial. 2 ed. São Paulo: Ática, 1994.

NOVAES, Fernando. Portugal e Brasil na Crise do Antigo Sistema Colonial (1777-1815). São Paulo: Hucitec, 1979.

REIS, João José, e Flávio dos Santos GOMES (orgs.) Liberdade por um fio: história dos quilombolas no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

SCHWARTZ, Stuart B. Segredos internos: engenhos e escravos na sociedade colonial, 1550-1835. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

VAINFAS, Ronaldo. Trópicos dos Pecados: Moral, Sexualidade e Inquisição no Brasil. Rio de Janeiro: Campus, 1989.




<<
Setembro 2021
>>
DoSeTeQuQuSe
   1234
567891011
121314151617
18
19202122232425
2627282930