Historiografia do Brasil


CÓD. NO SINGU: DHR30041
DISCIPLINA: Históriografia do Brasil
CARGA HORÁRIA: 80h
CRÉDITOS: 04

 

OBJETIVO


Promover a discussão sobre a produção historiográfica brasileira, para melhor conhecer as categorias de análise, os referencias teóricos e a contextualização no quadro de produção do conhecimento histórico sobre o Brasil nos séculos XIX e XX.

 

EMENTA


Historiografia do Brasil: problemáticas de "história nacional". As etapas da historiografia brasileira. A historiografia econômica do Brasil. A relação entre História e Historiografia. Estudo das diferentes correntes historiográficas brasileiras.

 

METODOLOGIA


A disciplina será desenvolvida através dos seguintes procedimentos metodológicos: aulas expositivas e dialógicas, trabalhos individuais e coletivos (em grupo), estudo com leitura de textos indicados, debates, seminários, filmes e análises de temas específicos.

 

PROGRAMA


1. As filosofias da história do século XIX e a tentativa de fundação de um discurso histórico científico no Brasil.
1.1. A produção dos Institutos Históricos.
1.2. A influência positivista e historicista.
2. A produção historiográfica brasileira do início do século
2.1. A influência naturalista e social-darwinista.
2.2. A influência do positivismo e do culturalismo.
2.3. O pensamento liberal-oligárquico e autoritário na historiografia da Primeira República.
3. A formação discursiva nacional-popular e as interpretações do Brasil
3.1 O historicismo-culturalista
3.2 Os primeiros trabalhos marxistas
3.3. O pensamento isebiano e a historiografia brasileira
4. As Faculdades de Filosofia e os primeiros frutos da historiografia universitária.
4.1. A influência dos Analles e do marxismo.
4.2. A influência do funcionalismo e da sociologia.
5. As principais tendências historiográficas da historiografia recente no Brasil.
5.1. Marxismo e Analles
5.2.Novas tendências no campo do marxismo (A influência gramsciana, luckassiana e frankfurtiana).
5.3. b) A influência da New History inglesa.
5.4. O estruturalismo e a historiografia brasileira.
5.5. A Nova História francesa e o Brasil.
5.6. O pós-estruturalismo e a historiografia brasileira. A presença de Michel Foucault.

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA


CHAUÍ, Marilena. Brasil. Mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo: Ed. Fundação Perseu Abramo, 2000.
FREYRE, Gilberto. Casa-grande e Senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 30 ed. Rio de Janeiro: Record, 1995.
FURTADO, Celso. Formação Econômica do Brasil. 30. ed. São Paulo: Cia. Ed. Nacional, 2001.
HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. 24. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1992.
IGLÉISIAS, Francisco. Os historiadores do Brasil: Capítulos de historiografia brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; Belo Horizonte, MG: UFMG, IPEA, 2000.
LAPA, José Roberto do Amaral. A História em Questão: historiografia brasileira contemporânea. Petrópolis: Vozes, 1981.
______. História e Historiografia: Brasil pós-64. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.
GUIMARÃES, Manoel Luis Lima Salgado. Nação e Civilização nos Trópicos: o Instituto Histórico Geográfico Brasileiro e o projeto de uma história nacional. In Revista Estudos Históricos: Caminhos da Historiografia. Rio de Janeiro: Vértice, 1988, v. 1.
RODRIGUES, J. H. A pesquisa histórica no Brasil. São Paulo: Editora Companhia Nacional, 1982.
REVISTA Estudos Históricos. Historiografia. Rio de Janeiro: FGV, v. 9, n.17.1996.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR


CAPELATO, Maria Helena R. (coord.).Produção Histórica no Brasil 1985-94.São Paulo: CNPq/História USP, ANPUH, 1995. V.3
CARDOSO, Ciro F. S & VAINFAS, Ronaldo (orgs.). Domínios da História. Rio de Janeiro: Campus, 1997.
COUTINHO, Carlos Nelson. Cultura e Sociedade no Brasil: Ensaios sobre idéias e formas. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.
FALCON, Francisco. História Cultural: Uma visão sobre a sociedade e a cultura. Rio de Janeiro: Campus, 2002.
FREITAS, Marcos César (org.) Historiografia brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 1998.
FICO, Carlos & POLITO, Ronaldo. A Historiografia Brasileira nos Últimos 20 Anos; Tentativa de Avaliação Crítica. Belo Horizonte: Varia História, n.13, junho/1994.
GLENISSON, Jean. Iniciação aos estudos históricos. São Paulo: DIFEL, 1982.
IGLESIAS, Francisco (org.) Caio Prado Júnior - História. São Paulo: Ática, 1982.
MOTA, Carlos Guilherme. Ideologia da Cultura Brasileira (1933-1974). São Paulo, Ática, 1978.
PRADO JR., Caio. Evolução Política do Brasil: Colônia e Império. São Paulo: Brasiliense, 1986.
ODALIA, Nilo. (org.) Varnhagen - História. São Paulo: Ática, 1979. (Col. Grandes Cientistas Sociais).
_____. As formas do mesmo; ensaios sobre o pensamento historiográfico de Varnhagen e Oliveira Lima. São Paulo: UNESP, 1997.
REIS, J. C. As Identidades do Brasil; de Varnhagen a FHC. Rio de Janeiro: FGV, 1999.
RODRIGUES, José H. Historia e historiografia. Petrópolis: Vozes, 1970.
VON MARTIUS, C. F. Como se deve escrever a História do Brasil. Publicado com O Estado de Direito entre os autóctones do Brasil. Belo Horizonte/São Paulo, Itatiaia/EDUSP, 1982.




<<
Setembro 2021
>>
DoSeTeQuQuSe
   1234
567891011
121314151617
18
19202122232425
2627282930